Fundação Ezute apresenta soluções na área de defesa durante a 4ª Mostra BID Brasil

Publicado em: 29/09/2016

Categoria: NOTÍCIAS

Visualizações : 430

Tags: , , , , , , ,

A Fundação Ezute, organização privada sem fins lucrativos, levou a 4º Mostra BID Brasil alguns de seus projetos em desenvolvimento para a área de defesa.

Com experiência sólida em gerenciamento estratégico de programas de desenvolvimento de produtos do setor, a Fundação Ezute exibiu seu portfólio que inclui iniciativas complexas como o SISGAAz (Sistema de Gerenciamento da Amazônia Azul) e a absorção de tecnologia sensível para o PROSUB (Programa de Desenvolvimento de Submarinos).

No PROSUB, a Fundação Ezute é responsável por receber treinamentos e absorver tecnologia diretamente da DCNS a cerca dos Sistemas de Combate tanto dos quatro submarinos convencionais como do submarino nuclear brasileiro. A pós a construção destes 5 submarinos, o Sistema de Combate deverá ser desenvolvido completamente aqui, com base nesta tecnologia transferida à Fundação Ezute.

Outro projeto que recebe toda a experiência de gerenciamento da fundação é o MAN SUP, o míssil anti-navio superfície x superfície em desenvolvimento pela Marinha do Brasil em conjunto com empresas do setor e transferência francesa de tecnologia e principalmente conhecimento com base no míssil MM-40 Exocet.

A Ezute desenvolveu uma plataforma de gestão dedicada ao programa MAN SUP, e gerencia todas as etapas do seu desenvolvimento desde a consolidação dos requisitos até a integração dos sistemas em desenvolvimento por diferentes empresas, além da validação desse conjunto.

Foram apresentadas no evento duas novidades desenvolvidas pela Fundação. São eles o Simulador de Cenários e a plataforma EZMETRICS.

O Simulador de Cenários é capaz de prever comportamentos em situações de contingência como enchentes e evacuações de emergência em locais fechados. A tecnologia foi utilizada para simular evacuações nos estádios durante os eventos-teste dos jogos olímpicos do Rio.

Já a EZMETRICS reúne indicadores dinâmicos sociais, operacionais e de inteligência, e segundo a própria fundação “contribui para transformar uma administração burocrática em gerencial, focada em resultados”.

A plataforma utiliza inteligência artificial, estatística e “Big Data” para gerar previsões, diagnósticos e simulações apresentando riscos e oportunidades para dar suporte a tomada de decisões.

Somando os projetos aqui descritos com demais programas e inciativas em que a Fundação participa ou participou, como o SISGAAz, SIVAM/SIPAM e o Satélite Geoestacionário Brasileiro, fica evidente a importância de seus trabalhos na Base Industrial de Defesa do país, que segue desenvolvendo soluções mesmo em tempos de redução de investimentos por parte do governo e da iniciativa privada.

Portal Defesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

UA-44933895-1