EMBRAER começa a se destacar no mercado internacional de Defesa

Publicado em: 16/12/2014

Categoria: DESTAQUES

Visualizações : 1189

Tags: , , , , , , ,

Do Rio de Janeiro

 

 

Em uma pesquisa divulgada ontem pela renomada organização Sipri (Stockholm International Peace Researsch Institute) e que lista os 100 maiores fabricantes de materiais de Defesa do mundo no ano de 2013, a EMBRAER aparece na 62ª posição representando um ganho de 6 posições em relação a pesquisa referente a 2012. A pesquisa é realizada anualmente, a 11 anos consecutivos.

 

A empresa brasileira aparece nos resultados deste ano muito próxima de grandes nomes do mercado internacional de Defesa, como a KAI (Korean Aerospace Industries) a apenas duas posições acima, a Fincantieri três posições acima, a QinetiQ logo abaixo na 63ª posição, e a Patria Industries na 73ª.

 

Porém o maior salto da EMBRAER é observado ao se comparar a pesquisa de 2011 com a divulgada ontem, de 2013. A empresa saiu da 86ª posição (primeira posição ocupada pela EMBRAER entre os 100 primeiros e ano da criação da EMBRAER Defesa & Segurança) com vendas de aproximadamente US$860 Milhões e subiu 24 posições com vendas girando em torno de US$1.2 Bilhão, em um aumento de 40% em apenas 2 anos.

 

Este crescimento é notável tendo em vista que o mercado de defesa mundial tem vivido uma considerável retração nos últimos anos, oscilando entre 2% e 4%.

 

A EMBRAER conseguiu muito deste crescimento graças a compra de empresas menores do setor como a Atech e Bradar (Antiga Orbisat), em uma estratégia de mercado que tem dado certo, aumentando cada vez mais seu portfólio em várias áreas de interesse mundial como Veículos Aéreos Não Tripulados e Radares por exemplo.

 

Com a entrada do KC-390 no mercado, espera-se que a EMBRAER suba muito mais nas pesquisas da Sipri.

 

Digno de nota é o fato da lista não incluir empresas chinesas apesar delas terem participação considerável no mercado mundial de Defesa. Isso se da pela total falta de dados quanto ao desempenho financeiro dessas empresas, informações muitas vezes indisponíveis mesmo para organizações renomadas.

 

A lista segue como de costume encabeçada pelas gigantes norte americanas, com a Lockheed Martin em 1º lugar, a Boeing em 2º, Raytheon em 4º, Northrop Grumman em 5º e General Dynamics em 6º. Apenas a 3ª posição que ficou fora dos EUA, ocupada pela BAE Systems, do Reino Unido.

 

A lista completa pode ser conferida AQUI.

 

 

Portal Defesa

Notícia anterior:
Próxima notícia:

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

UA-44933895-1