China incomodada com voos da JASDF

Publicado em: 11/08/2014

Categoria: NOTÍCIAS

Visualizações : 596

Tags: , , ,

Do Rio de Janeiro

Na última quarta-feira, dia 6 de agosto, a PLAAF, Força Aérea do Exército da Liberação Popular da China, declarou que esta sendo sistematicamente provocada pelo Japão.

As provocações seriam feitas com voos rotineiros de caças F-15 da JASDF, Força Aérea de Auto-defesa do Japão, sobre a ADIZ, uma Zona de Defesa e Identificação Aérea criada pela China em novembro do ano passado sobre uma região do Mar da China, mas não reconhecida por vários países.

Segundo a China, qualquer aeronave que entrar na ADIZ deve seguir regras específicas como informar seu plano de voo à China, sua nacionalidade, e manter canais de rádio livres para comunicação com o controle aéreo chinês.

Porém os voos de caças japoneses não estariam seguindo esta regra, principalmente por não reconhecer a região como espaço aéreo chinês, o que segundo a China, caracteriza “voos de reconhecimento”.

Segundo Shen Jinke, porta-voz da PLAAF, em algumas ocasiões as aeronaves japonesas tentaram se aproximar de aeronaves chinesas na região.

“A Força Aérea tem realizado o monitoramento e a identificação de aeronaves estrangeiras militares que entram na zona, e tem tomado as medidas correspondentes a diferentes ameaças a fim de salvaguardar de forma efetiva a segurança da defesa aérea nacional”.

Portal Defesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

UA-44933895-1