F-35A para a Coréia do Sul

Publicado em: 23/11/2013

Categoria: NOTÍCIAS

Visualizações : 444

Tags: , ,

Do Rio de Janeiro

A Coréia do Sul anunciou nesta sexta-feira, dia 22, a decisão de adquirir 40 aeronaves modelo F-35A para fortalecer sua Força Aérea, que já conta com uma grande frota de caças F-15K, F-16C/D, F-4E e F-5E/F, somando aproximadamente 470 jatos apenas desses modelos citados.

O país cancelou em setembro deste ano as negociações com a Boeing para a aquisição de 60 caças F-15 modelo Silent Eagle, versão mais furtiva da aeronave, sob o argumento de que a aeronave não era furtiva o suficiente, e que a “Coréia do Sul necessita de um caça de 5ª geração para deter as crescentes ameaças da Coréia do Norte”, segundo o representante do Ministério da Defesa Kim Min-Seok em declaração na época.

O processo, que se chamava F-X3, visava a substituição das frotas de F-4E e F-5E e acabou com a Boeing como única concorrente após os outros candidatos serem desqualificados por suas propostas ultrapassarem o limite orçamentário destinado ao programa. Os outros candidatos eram o Eurofighter Typhoon, pela EADS, e curiosamente o F-35A pela Lockheed Martin.

Para que o F-35A fosse selecionado, o número de aeronaves a ser adquirida caiu de 60 para 40, o Ministério da Defesa, porém não abriu mão das 20 aeronaves restantes, sendo que outra concorrência deve ser criada para fornecer esses aviões restantes.

A preocupação de criar outra concorrência no lugar de comprar mais 20 F-35A se dá pelo fato da Coréia do Sul estar desenvolvendo uma aeronave do porte do F-16, e estar atrás de algum parceiro para adquirir tecnologia.

Existe no país um receio de que a Lockheed Martin não tenha permissão para transferir tecnologia suficiente para o desenvolvimento do caça nacional, uma vez que o projeto do F-35 é de suma importância para o governo americano.

Esta nova concorrência, que tem previsão para ocorrer em 2023, daria então nova chance a Boeing e a EADS.

A previsão quanto ao F-35A é de assinatura de contrato no ano que vem, com início das entregas em 2018.

Portal Defesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

UA-44933895-1