Primeiro F-35 da Austrália toma forma

Publicado em: 12/10/2013

Categoria: NOTÍCIAS

Visualizações : 487

Tags: ,

Do Rio de Janeiro

A Lockheed Martin publicou esta semana a primeira imagem do AU-1, o primeiro F-35 construído para a Real Força Aérea Australiana.

Segundo a empresa, a aeronave está na fase de montagem dos componentes principais de sua estrutura, e graças a uma complexa corrente logística global vários equipamentos vindos de 14 companhias australianas serão instalados na aeronave.

Estima-se que a participação de companhias australianas na fabricação dos F-35 irá gerar cerca de US$ 6,3 bilhões por toda a vida do programa.

A Austrália é um dos nove parceiros dos Estados Unidos no projeto F-35, e tem permanecido mesmo após diversos problemas enfrentados pelo programa.O mais recente foi a descoberta de rachaduras em sua estrutura na versão B, projetada para os Fuzileiros Navais Americanos e que possui capacidade STOVL.

As rachaduras foram identificadas durante os testes de resistência, onde a aeronave é torcida e chacoalhada sem interrupções para determinar onde vai falhar. Porém, a extensão das rachaduras encontradas não são compatíveis com o que os engenheiros esperavam.

A Lockheed Martin decidiu não interferir no cronograma do projeto, e vai investigar o ocorrido em paralelo a produção das aeronaves já encomendadas.

Com isso, o Pentágono seguiu livre para definir no último dia 10 o modelo de capacete a ser empregado pelo F-35. Foi decidido que o modelo proposto pelo time formado pela própria Lockheed Martin, Elbit Systems e Rockwell Collins será elevado a 3ª Geração, e com isso será oficialmente adotado pelas forças que operarem o caça.

O desenvolvimento deste capacete havia enfrentado muitos problemas, a ponto de o Pentágono pedir a BAE Systems que desenvolvesse uma versão simples e comum para ser utilizado no F-35, para o caso do time formado pelas empresas citadas acima não conseguir sanar todas as falhas. Porém, com a decisão desta semana, foi cancelado o desenvolvimento deta versão básica.

O capacete é um equipamento sensível e imprescindível para o uso total das capacidades do F-35, já que deve possuir visão noturna integrada, sensores e projeções na viseira dando ao piloto várias capacidades únicas, como por exemplo, ver o ambiente ao ser redor através do assoalho e fuselagem da aeronave.

Portal Defesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

UA-44933895-1